Suplementos na Gravidez

Muitas mulheres questionam se tomar suplementos durante a gravidez é realmente necessário. É verdade que, com uma dieta equilibrada, as principais necessidades nutricionais são atendidas. No entanto, desde a Revolução Industrial, assistimos a uma queda na qualidade de muitos alimentos. Alguns deles chegam a tornar-se produtos, mais do que verdadeiros alimentos. Por esse motivo, pode haver deficiência de muitos micronutrientes essenciais num momento de alta demanda metabólica, como na gravidez.
Aqui estão os principais elementos que não podem faltar durante a gravidez para o correto desenvolvimento do recém-nascido:

Ácido fólico

É um nutriente ESSENCIAL para o desenvolvimento adequado do embrião nas primeiras semanas da gravidez, pois está envolvido na divisão celular. Por isso, suplementamos (400µg por dia) todas as mulheres que estão a planear engravidar ou já estão grávidas, idealmente pelo menos 3 meses antes da conceção.
A importância do ácido fólico no desenvolvimento do tubo neural e a relação entre a sua deficiência e a espinha bífida são conhecidas há décadas. No entanto, também foi comprovada a relação entre deficiência de ácido fólico e malformações cardíacas, abortos no primeiro trimestre e problemas neurológicos.

Proteínas

Na gravidez, especialmente a partir do segundo trimestre, há um aumento na demanda de proteínas para formar novo tecido, tanto do feto como da mãe (placenta, útero, glândulas mamárias…).

Iodo

Níveis adequados de iodo são essenciais para o funcionamento adequado da glândula tireoide, tanto materna quanto fetal. A deficiência de iodo era a causa do “cretinismo”, uma doença praticamente erradicada atualmente devido à suplementação sistemática de gestantes e lactantes com doses entre 150 e 200 microgramas diários de iodo.
A hormona tiroidiana está envolvida em vários processos e tecidos em todo o organismo: crescimento e mineralização óssea, sistema visual e auditivo, desenvolvimento e função do intestino delgado, função hepática, função cardíaca, regulação do sistema imunológico, metabolismo basal…
A função tireoidiana adequada é especialmente crucial para o neuro desenvolvimento do feto, e deficiências de iodo estão associadas a TDAH (Transtorno do défice de atenção com hiperatividade) e até mesmo autismo

Vitamina D

A vitamina D, além de ser essencial no metabolismo fosfo-cálcico, é um forte regulador do sistema imunológico e da inflamação.

Ómega-3

O ómega-3 é essencial para o desenvolvimento adequado do sistema nervoso e visual.

Ferro

A gravidez, especialmente no terceiro trimestre, é um período em que os requisitos de ferro aumentam. Para prevenir a anemia ferropriva, é recomendado tomar suplementos na gravidez com pelo menos 28 microgramas de ferro por dia durante o segundo e terceiro trimestres. Além disso, essa abordagem pode ajudar a recuperar a anemia pós-parto causada pela perda de sangue durante o parto.


Descubra toda a gama Gestagyn para acompanhá-la durante todas as fases da gravidez e amamentação.